Ficha informativa

O que é a mpox?

A mpox é uma doença viral rara que provoca sintomas comuns a uma infeção viral aguda (febre, dores de cabeça, dores musculares) e lesões na pele ou mucosas que se assemelham a borbulhas ou bolhas.

Em 2022, foi notificado, pela primeira vez, um grande número de casos de infeção pelo vírus Monkeypox na União Europeia (UE) e em países de todo o mundo onde não era comum. Foram notificados mais de 20 000 casos na UE/EEE durante o surto de 2022. Estes casos não estavam relacionados com viagens para locais onde a circulação do vírus era historicamente conhecida.

Symptoms of Mpox

Quais são os sintomas da mpox?

Os sintomas incluem lesões que podem ser difíceis de distinguir de outras infeções por vírus da mesma família de poxvírus, como o da varicela.

As pessoas com mpox apresentam frequentemente uma combinação dos seguintes sintomas:

  • febre
  • dores de cabeça
  • arrepios
  • exaustão
  • inchaço dos gânglios linfáticos
  • dores nas costas e dores musculares
  • lesões nas mucosas e na pele (erupção cutânea). 

A erupção cutânea pode aparecer antes ou depois dos outros sintomas e localiza-se geralmente na face, nas mãos, nos pés, em torno dos órgãos genitais ou do ânus. 

As lesões cutâneas apresentar-se-ão frequentemente como manchas que evoluem para vesículas com líquido claro ou amarelado, que vão secando e formando depois uma crosta antes da cicatrização completa da pele. A doença é transmissível durante as diferentes fases de evolução da erupção cutânea

Quais são as complicações da varíola M?

A maioria das pessoas que contrai mpox recupera sem quaisquer complicações. Os casos recentemente identificados devem ser submetidos a avaliação médica para determinar a gravidade e os fatores de risco (por exemplo, doenças subjacentes ou medicamentos que afetem a competência imunitária, infeção por VIH não tratada, etc.). As pessoas com doença grave podem necessitar de serem hospitalizadas. 

Mpox spreads through physical contact

Como se propaga o vírus da mpox?

Em África, ao circular entre os animais, o vírus pode transmitir-se dos animais para os seres humanos através do contacto direto com animais infetados, como os roedores. 

Na Europa, o vírus pode ser transmitido de pessoa a pessoa através de: 

  • contacto próximo com lesões cutâneas de uma pessoa infetada
  • contacto direto prolongado
  • contacto com superfícies infetadas, vestuário pessoal, roupas de cama e outros objetos contaminados.

No surto de 2022, a maioria dos casos diagnosticados ocorreu entre homens que têm sexo com outros homens, o que sugere que a transmissão ocorre no contexto do contacto muito próximo e de pele com pele durante as relações sexuais.

Quem está em risco de contrair mpox?

Embora a maioria dos casos em 2022 tenha ocorrido entre homens que têm sexo com outros homens, qualquer pessoa que tenha contacto próximo e direto (incluindo o contacto sexual) com alguém que tenha mpox corre o risco de contrair o vírus mpox. O contacto com vestuário, roupa de cama, toalhas, objetos e outras superfícies que tenham sido tocadas por alguém com mpox também pode levar à transmissão do vírus mpox.

As pessoas com o sistema imunitário deficitário devido a problemas de saúde subjacentes, determinados medicamentos ou tratamentos (como a quimioterapia) podem ser mais suscetíveis à mpox e às suas complicações.

É importante notar que, embora estes grupos possam apresentar um risco mais elevado, a mpox pode potencialmente afetar qualquer pessoa que entre em contacto com uma pessoa infetada.

A person getting vaccinated against mpox

Como se pode prevenir a mpox? 

A mpox pode ser prevenida evitando o contacto próximo com pessoas infetadas e utilizando boas práticas de higiene, como lavar as mãos frequentemente com água e sabão. 

A vacinação confere alguma proteção contra a mpox. 

Se suspeitar que pode ter sido exposto ao vírus da mpox, isole-se das outras pessoas e procure imediatamente assistência médica junto do seu prestador de cuidados de saúde.

Nota: As informações contidas nesta ficha informativa destinam-se a informação geral e não dispensam a consulta de um profissional de saúde.