Ficha informativa

O que é a gripe?

A gripe é uma doença respiratória contagiosa causada pela infeção por um vírus da gripe. Na Europa, a gripe ocorre em epidemias anuais regulares, no período do inverno.

Estima-se que até 50 milhões de pessoas sejam infetadas com o vírus da gripe sazonal na União Europeia (UE)/Espaço Económico Europeu (EEE) todos os anos.

Os animais também podem ser infetados pela gripe (por exemplo, gripe aviária e suína), podendo, em alguns casos, infetar seres humanos.

Para além das epidemias sazonais, podem surgir ocasionalmente novos vírus da gripe e causar pandemias. Uma pandemia de gripe é a rápida disseminação de um novo vírus da gripe humana em todo o mundo.

Symptoms of influenza

Quais são os sintomas da gripe?

Nem toda a gente que é infetada pelo vírus da gripe fica doente. Para os que adoecem, os sintomas podem incluir:

  • febre ou arrepios;
  • cefaleia;
  • dores musculares;
  • sentimento de mal-estar geral;
  • corrimento nasal;
  • dor de garganta;
  • tosse.

A gravidade da doença varia amplamente, desde a ausência total de sintomas até à doença grave. Nos casos não complicados, os sintomas desaparecem espontaneamente no espaço de uma semana após o seu início.

Father and child

Quais são as complicações da gripe?

As complicações da gripe incluem, entre outras, pneumonia e encefalite (inflamação do cérebro).

As doenças graves e as complicações são mais comuns em crianças muito jovens, em idosos debilitados e em determinados grupos de risco clínico. Ainda assim, cerca de metade das crianças e dos adultos em idade laboral que requerem internamento nos cuidados intensivos não tem problemas clínicos pré-existentes.

Como é que a gripe se transmite?

A gripe é transmitida facilmente de pessoa para pessoa principalmente por contacto direto com secreções de doentes infetados, como por exemplo gotículas de fluidos libertadas quando estes tossem ou expiram. Também é transmitida através de secreções presentes nas mãos, lenços de assoar e superfícies em que as pessoas tocam.

Quem está em risco de contrair gripe?

Aproximadamente 20% da população é infetada pelo vírus da gripe todos os anos e uma em cada quatro pessoas infetadas desenvolve sintomas.

As crianças são infetadas um pouco mais frequentemente do que os adultos, devido ao seu sistema imunitário subdesenvolvido. Além disso, as crianças são mais suscetíveis de serem infetadas devido às suas práticas de higiene mais deficientes.

Os grupos de alto risco são:

  • os idosos
  • pessoas de qualquer idade com doenças crónicas (tais como doenças cardíacas, pessoas com problemas pulmonares e das vias respiratórias e pessoas que sofrem de diabetes ou de problemas do sistema imunitário),
  • mulheres grávidas, e
  • crianças com menos de 5 anos.

Estas pessoas têm mais probabilidades de sofrer de doenças graves do que outras que, de outra forma, são saudáveis.

process of vaccination illustration

Como é que a gripe pode ser prevenida?

A vacinação é a forma mais eficaz de prevenir a gripe. Os Estados-Membros da UE recomendam a vacinação sazonal contra a gripe para grupos de risco, tais como adultos mais velhos, com idades compreendidas entre ≥50 e ≥65 anos, dependendo do país, e indivíduos com doenças crónicas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a UE (1) também recomendam aos países que melhorem a cobertura de vacinação dos trabalhadores da saúde. A maioria dos Estados-Membros da UE segue as recomendações da OMS para a vacinação das mulheres grávidas e alguns seguem a recomendação de vacinar as crianças saudáveis com idades entre os 6 meses e os 5 anos.

Uma vez que os vírus da gripe estão em constante evolução, é necessária uma atualização anual das vacinas contra a gripe sazonal.

Como é tratada a gripe?

Na maior parte dos casos de gripe, os doentes são aconselhados a ficar em repouso na cama e a beber muitos líquidos para controlar os sintomas. Ficar em casa também minimiza o risco de infetar outras pessoas. Os doentes são aconselhados a procurar cuidados médicos se a sua condição continuar a piorar.

Os medicamentos antivirais, tomados o mais rapidamente possível após o início da doença, são medidas seguras e eficazes para o tratamento da gripe. São geralmente recomendados para hospitalizações, casos graves ou em rápida progressão e grupos de alto risco. (2).

Em alguns casos, os doentes desenvolvem complicações bacterianas na sequência da infeção pelo vírus da gripe e precisam de ser tratados com antibióticos.

Nota: As informações contidas nesta ficha informativa destinam-se a informação geral e não dispensam a consulta de um profissional de saúde.

Mais fichas informativas

Mpox

Principais factos sobre a mpox, sintomas, complicações, fatores de risco, modo de propagação, prevenção e tratamento.

Poliomielite

Principais factos sobre a poliomielite, sintomas, complicações, fatores de risco, modo de propagação, prevenção e tratamento.

Rubéola

Principais factos sobre a rubéola, sintomas, complicações, fatores de risco, modo de propagação, prevenção e tratamento.

Page last updated 7 Nov 2022